domingo, 18 de janeiro de 2009

Nossa Senhora da Penna - Protetora das Artes, Ciências e Letras e Padroeira da Imprensa

Padroeira de Jacarepaguá - Rio de Janeiro



A Igreja de Nossa Senhora da Penna é uma das mais antigas do Rio e fica no alto de Jacarepaguá.
Conta-se que em 8 de setembro de 1661, um negrinho escravo perdeu uma vaca de seu senhor e pelo mesmo fora ameaçado de uma surra se não a encontrasse. Na sua aflição pediu proteção à Virgem.
Qual não foi a sua surpresa, ao olhar a colina, viu Nossa Senhora apontando aonde se encontrava o animal. Milagre, também presenciado pelo fazendeiro, que em reconhecimento mandou construir no local uma ermida e alforriou o escravo, que foi o primeiro registro de alforria no Brasil - colônia.
Em 1664, o padre Manoel de Araújo, levantou a igreja - "edificação afortalezada, de paredes espessas de madeira de lei, contra o abuso no trovejamento e ante a ameaça de pirataria e temendo as flechas dos índios. "Casa para rezar e defender cristãos".
Hoje, após algumas reformas, a igreja ainda é a mesma e foi tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional.
Suas paredes, diz Frei Agostinho: " estão dando testemunho de suas maravilhas, nas várias memórias que se vê presas, como o são as mortalhas, os quadros e sinais de cera". A cada milagre de Nossa Senhora, a cada graça atendida, fica na parede uma lembrança: a mortalha de um que voltou à vida; as muletas de um outro que antes era aleijado; pernas, barrigas, braços, cabeças de cera de gente que foi doente e depois ficou curada. E tranças de cabelo, fotografias, cartas, um sapatinho de criança e tudo quanto as pessoas pediram à Virgem e foram atendidas. Em um nicho, há o crânio de José Rodrigues de Aragão, pessoa piedosa, que tendo conseguido uma graça, fez doação à Igreja de uma grande área de terreno em torno da ermida, no ano de 1771.
Nossa Senhora da Penna além de tantos milagres comprovadamente atestados, fez outro de grande repercussão - quando a Igreja andava em obras, em 1770, a água era trazida para cima com muito sacrifício.
Um escravo velho, cansado, pediu ajuda à Nossa Senhora da Penna, e correu água da pedra; água que está correndo até hoje, à qual o povo denominou "Fonte de água milagrosa".

A festa de Nossa Senhora da Penna ocorre todos os anos, no dia 8 de setembro.
Nos Domingos subsequentes, continuam os festejos, de maneira que todo mês seja dedicado ao culto de Nossa Senhora da Penna, eleita protetora das Artes, das Ciências e da Imprensa. (Texto retirado de folheto distribuído na igreja) 


Todos os Domingos, missa às 11 horas. Ladeira de Nossa Senhora da Penna, Freguesia, Jacarepaguá
Rio de Janeiro - RJ.
Telefone da igreja, para contato: 21- 2447-6657
Site: http://www.igrejadapenna.org
Fotos do altar-mor (mlc)

4 comentários:

  1. é,sem dúvida, a igreja mais bela e mais rica em detalhes de jacarepaguá... quem vai até lá já se sente abençoado!
    ana claudia

    ResponderExcluir
  2. Não é só a história que revela a presença e os milagres de Nossa Senhora.Basta entrar na pequena Igreja,para que se sinta a paz no ambiente e uma doce presença de que inunda o nosso coração de bons sentimentos, ternura e emoção,e que pode nos fazer chorar de felicidade sem sabermos explicar!

    ResponderExcluir
  3. Onde compro uma imagem da Santa ??? 31-9.8395.6709 whatsapp

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode comprar na lojinha que tem no local da Igreja.

      Excluir