segunda-feira, 4 de maio de 2009

Sobre os braços da azinheira - Cântico de Fátima

Ouvir

Sobre os braços da azinheira
Tu vieste ó mãe clemente
Visitar a lusa gente
de quem és a padroeira
Ave! Ave! Ave Mãe celestial
Ave! Ave! Ave canta Portugal

Foi na Cova da Iria
quando o terço te rezavam,
quando os sinos convidavam
a orar era meio dia.

Que descestes lá dos céus
a falar aos pastorinhos,
inocentes pobrezinhos,
Mãe dos homens, Mãe de Deus.

Penitência e oração
se fizesse lhes pedias,
do rosário que trazias
mais pediste a devoção.

Seja, pois, o Santo Terço
do céu querida oração,
terna e viva devoção
que te oferte o luso berço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário